Justiça obriga escola de Brasília a limitar barulho em eventos | Distrito Federal | G1

http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/03/justica-obriga-escola-de-brasilia-limitar-barulho-em-eventos.html
A Justiça do Distrito Federal proibiu uma escola da 606 Sul de eventos musicais, religiosos ou esportivos que ultrapassem o limite de 50 decibéis durante o dia e 45 decibéis à noite. Em caso de descumprimento, a multa é de R$ 5 mil.
A responsável pela escola disse que parou de ceder o espaço para eventos e que não pretende recorrer da decisão por enquanto.
O morador que fez a reclamação diz que buscou a Justiça porque o barulho extrapolava os limites. O som alto o incomodou por quatro anos. Segundo ele, os eventos aconteciam fora do horário de aula e atrapalhavam o sono.
Na 704 Sul o comércio não é permitido pelo Plano Diretor da capital, mas os estabelecimentos continuam em atividade, às vezes incomodando pelo barulho também. Uma escola de música que funciona em uma residência da região é um exemplo.
O som entra direto no quarto de um vizinho do centro de ensino. Os moradores avisaram a Agefis, que interditou a escola. Para os vizinhos, falta fiscalização.
A proprietária, que foi notificada, não quis gravar entrevista, mas disse à reportagem da TV Glob que mora com a filha, tira o sustento das aulas de canto e teatro, mas que já está de mudança.

892 total views, 4 views today

Esta entrada foi publicada em Escolas, Eventos, Jurisprudência, Notícias (Clipping). Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta