Barulho de câmara fria tira sono de moradores | Diário de S. Paulo

Fonte (original): http://www.diariosp.com.br/noticia/detalhe/39320/Barulho+de+camara+fria+tira+sono+de+moradores

bairro a bairro | Barulho de câmara fria tira sono de moradores | Diário de S. Paulo

Bufê no Butantã usa espaço há um ano e moradores reclamam dos horários de carga e descarga

Lucilene Oliveira
Especial para o DIÁRIO

Bruno Poletti/Diário SPO bufê Zest afirma que já está tomando providênciasO bufê Zest afirma que já está tomando providências

O barulho causado pela câmara fria de um bufê na Zona Oeste de São Paulo tem tirado horas de sono dos moradores da Rua Luiz Alberto Martins, no Butantã. Há cerca de uma ano o bufê Zest, instalado na região, começou a utilizar uma casa em frente ao condomínio Edifício Iapos como depósito e os moradores pedem à subprefeitura do bairro que providências sejam tomadas para diminuir o excesso de barulho altas horas da noite e de madrugada.

O último ato dos condôminos foi a organização de um abaixo-assinado, que teve adesão de 48 moradores, resultando na vistoria de agentes do Psiu (Programa de Silêncio Urbano). Eles constataram que os ruídos estavam dentro dos limites permitidos. Segundo a carta de notificação enviada para a moradora Ana Aparecida Borges, a vistoria foi feita em 23 de agosto às 15h40.

A vizinhança afirma, no entanto, que o barulho acontece no meio da madrugada e uma vistoria feita à tarde não poderia encontrar nenhuma anormalidade. “Logo no início eu fui conversar com o rapaz do bufê e ele prometeu tomar providências, mas não fez nada. Fizemos um abaixo-assinado, protocolamos na Subprefeitura do Butantã e enviamos uma carta para a Prefeitura relatando o problema. A única coisa que recebi foi essa carta falando que o barulho estava dentro do limite. Por causa do barulho, não durmo sem a ajuda de remédios. Até fui ao médico para pedir que ele aumente a minha dose”, diz Ana Aparecida Borges.
Barulho nas janelas / Com todas as janelas dos quartos do condomínio voltadas para a rua do depósito do bufê, os moradores já não sabem o que é dormir uma noite inteira sem interrupção. Alguns foram obrigados a mudar a rotina por causa das cargas e descargas dos caminhões na madrugada.

“No domingo de manhã ninguém dorme. Por volta das 4h30, os caminhões-baú começam a trazer as coisas das festas para cá e enquanto estão descarregando os seguranças conversam muito alto e não têm como não acordar. Como a rua é estreita eles precisam fazer muita manobra e tudo isso incomoda”, conta a enfermeira Zilda Gomes Corrêa.

Bufê será vistoriado de novo e empresa tomará medidas
O bufê Zest afirma que já está tomando providências para que os vizinhos não sejam mais incomodados com o barulho no período noturno. Também afirma que, após a vistoria do Psiu (Programa de Silêncio Urbano), da Prefeitura, mesmo sem irregularidades, instalou timer no motor da máquina, que desliga em alguns intervalos para diminuir o barulho. O Psiu informou que está no cronograma das próximas fiscalizações uma vistoria durante a madrugada no bufê Zest.

Esse post foi publicado em Notícias (Clipping). Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s