Diário de Cuiabá

http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=466869

Tem gente que reclama do barulho

Da Reportagem

Quem mora ou trabalha nas imediações da Praça Conde Azambuja reclama do barulho, dos transtornos no trânsito e da falta de organização que também aumentaram com o movimento nos bares e restaurantes localizados na região.

Aos 65 anos, a dona Vânia Carvalho mora na Ricardo Franco, próximo a praça desde que nasceu. Segundo ela, um dos principais incômodos é quando a turma do rock se reúne em um bar localizado nas imediações, geralmente aos sábado e domingo, a partir das 24 horas.

“Quando é a turma do rock da pesada ninguém dorme. Eles chegam a arrebentar a rua e estremecer as casas”, reclamou. Ela afirma que já fez diversas denúncias à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, mas nenhuma providência foi tomada.

Os moradores relatam ainda que como não tem estacionamento ou mesmo espaços internos a maioria dos estabelecimentos colocam mesas e cadeiras na calçada ou na própria via, bloqueando e impedindo o trânsito de veículo nas imediações. “Não há qualquer controle ou fiscalização. É uma bagunça”, disse uma moradora que preferiu não se identificar.

A fotógrafa Adia Rodrigues Borges também critica a falta de organização. “São espaços públicos que estão sendo privatizado”, lamentou. Segundo ela, outros problemas sérios são a falta de segurança e o consumo de entorpecentes nas imediações. (JD)

402 total views, 9 views today

Esta entrada foi publicada em Aspectos Penais, Bares, Desvalorização imobiliária, Notícias (Clipping), Psiu, Saúde. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta