Após reclamações de barulho, Justiça interdita igreja evangélica em Curitiba

Moradores de uma área residencial no CIC reclamaram da poluição sonora emitida pelo templo e o Ministério Público do Paraná solicitou interdição por falta de licença ambiental

Da Redação [04/08/2017] – [17h53]

 | Reprodução/Google Street View

Reprodução/Google Street View

Fonte (original): http://www.gazetadopovo.com.br/curitiba/apos-reclamacoes-de-barulho-justica-interdita-igreja-evangelica-em-curitiba-5n3saptxzp0p36ok1zdbqq7xw

Uma unidade da Igreja Assembleia de Deus – Ministério Levando Vida Através da Palavra – foi interditada pela Justiça nesta sexta-feira (4) em Curitiba. A igreja fica na Rua João Dembinski, no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC). A interdição foi pedida pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) após a Promotoria de Justiça de Proteção ao Meio Ambiente de Curitiba receber denúncias de poluição sonora.

Segundo o MP-PR, a igreja está com a licença ambiental vencida desde novembro de 2016. O espaço foi alvo de diversas reclamações de vizinhos incomodados com a poluição sonora em níveis acima do permitido pela legislação – o que é considerado crime ambiental. A partir dessas denúncias, a promotoria constatou a falta de licenciamento.

No entanto, antes de solicitar a interdição do local, a promotoria afirma que tentou resolver a questão extrajudicialmente, sem sucesso.

A reportagem tentou contato com a igreja para esclarecer os fatos, mas não conseguiu por meio dos telefones disponíveis no site e também nas redes sociais.

Interdição

A 2.ª Vara da Fazenda Pública da Comarca determinou paralisação imediata das atividades da igreja enquanto não for realizada perícia para confirmar se existe poluição sonora. Além disso, também será verificado se a localização do templo é permitida, já que se trata de uma área residencial.

De acordo com o MP-PR, a igreja deve permanecer fechada e sem atividades até comprovar a regularização. O descumprimento pode levar à prisão dos responsáveis por desobediência.

688 total views, 6 views today

Esta entrada foi publicada em barulho, Jurisprudência, Notícias (Clipping), Templos Religiosos, vizinho e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta