Morador atira em frequentadores de bar

Fonte (original): Estadão de 16/11/2000

Daniel Garcia/AE

São Paulo – Irritado com o som alto das músicas e a algazarra promovida por freqüentadores de um bar vizinho de sua casa, na Rua Wisard, na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, o comerciante José Pereira, de 34 anos, fez vários disparos contra clientes na noite desta quarta-feira. Ninguém ficou ferido, mas Pereira foi preso em flagrante por tentativa de homicídio e porte de arma roubada.

Pereira, que também é dono de um pequeno bar na mesma rua, não conseguia dormir por causa do barulho que vinha do Bar Fidel. Decidido a acabar com aquele “inferno, que atormenta os moradores, principalmente nos fins de semana e feriados”, pegou seu revólver. Na porta do estabelecimento, viu que um outro morador – seu amigo – discutia com um cliente, Artur José Barbato, de 44 anos, que tentava retirá-lo do local.

Nervoso, o comerciante sacou seu revólver calibre 38 e atirou em Barbato e outros freqüentadores. Apesar da confusão, ninguém foi atingido. Pereira e seu amigo, ainda não identificado, fugiram em seguida.

Quase quatro horas depois, PMs foram alertados por testemunhas da presença do atirador na entrada de sua casa. Detido, o comerciante foi levado para o 14º DP.

Fonte: http://www.estadao.com.br/agestado/cidade/2000/nov/16/378.htm

700 total views, 3 views today

Esta entrada foi publicada em Aspectos Penais, Bares, Homicídio, Polícia, Vila Madalena, Violência. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta