Poluição sonora é campeã do ranking de denúncias em Manaus

Fonte (original): http://www.d24am.com/amazonia/meio-ambiente/poluicao-sonora-e-campea-do-ranking-de-denuncias-em-manaus/50746 

19 Fev 2012 . 15:15 h . Lilian Portela . portal@d24am.com

Som e ruídos de residências, bares, casas de som, carros tunados e até igrejas são responsáveis por provocar mais barulho do que as pessoas que estão ao entorno podem suportar

<a href=”http://ads.d24am.com/www/delivery/ck.php?n=af4bc081&cb=5667″ target=”_blank”> <img src=”http://ads.d24am.com/www/delivery/avw.php?zoneid=6&cb=5667&n=af4bc081″ border=”0″ alt=”” /> </a>

Manaus – Infração campeã no ranking de denúncias da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), a poluição sonora é um problema constante para quem mora perto de bares, casas de shows, postos de gasolina, área comercial ou templos religiosos. Mas ao contrário do que se imagina, atualmente as residências particulares são as mais notificadas pela Semmas, seguidas dos bares, casas de shows e veículos tunados.

“As igrejas tiveram uma redução significativa no número de denúncias. Os mais autuados são os bares, casas de shows e veículos porque excedem em muito no volume permitido. No caso das residências, geralmente trata-se de brigas entre vizinhos e procuramos notificar e orientar”, afirmou o secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Marcelo Dutra.

Segundo ele, em 2011, a Semmas recebeu quase 8 mil denúncias de poluição sonora. “O problema ocorre o ano inteiro e os casos de poluição sonora em residências são os mais denunciados”, disse. Em janeiro deste ano, a Semmas já recebeu 478 denúncias, destas 256 relativas a residências. O problema é verificado em todas as zonas da cidade, predominantemente nas zonas norte, leste e sul.

Cansado do intenso barulho feito por uma banda que ensaiava todas as noites na rua de sua casa, o professor Sandro Mesquita, 36, morador do bairro Planalto, zona centro-oeste, resolveu denunciar a residência de onde vinha o barulho. “Tenho uma filha pequena, que acordava assustada todas as vezes que a banda começava os ensaios. Parece que as pessoas se empolgam e se esquecem dos demais vizinhos que, muitas vezes, tiveram um dia difícil e querem mesmo é descansar”, disse o professor, acrescentando que depois das denúncias o barulho cessou.

A empregada doméstica Cláudia da Silva, 31, também se queixa do som alto de um bar, localizado na Rua Beija-Flor, bairro Tancredo Neves, zona leste de Manaus, próximo a sua casa. “Na verdade, o som do bar é mais alto durante o dia. Pensava que até 22h, o som dele poderia seguir alto, do jeito que o dono quisesse”, relatou.

Mas, segundo a Semmas, não existe horário que permita o barulho intenso, o que há são limites sonoros. Segundo Marcelo Dutra, durante o dia, o permitido é até 50 decibéis para áreas residenciais e 45 decibéis, à noite. Nas áreas com corredor de trânsito, 70 decibéis diurno e 55 noturno. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) 70 decibéis já são nocivos ao ser humano.

Disque-denúncia

Tanto o Disque-Denúncia (0800-092-2000 begin_of_the_skype_highlighting 0800-092-2000 end_of_the_skype_highlighting) quanto o trabalho de fiscalização da Semmas funcionam 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados. “Nesse sistema de plantão 24 horas, o número de denúncias aumentou significativamente. Antigamente, o serviço funcionava no horário comercial e deixava a população descoberta aos finais de semana, quando ocorre um maior número de situações de poluição sonora”, disse Marcelo Dutra. Paralelamente ao atendimento 24 horas, a Semmas também realiza blitz noturnas, com a finalidade de coibir a poluição sonora de carros tunados em postos de gasolina.

Autuação

Os mais autuados são os bares, casas de shows e veículos porque excedem em muito o volume permitido. Se houver reincidência, a secretaria autua e até apreende o equipamento sonoro. A multa para infração pode variar de 50 a 500 Unidades Fiscais do Município (UFMs). Hoje, o valor da UFM está em R$ 70,44, cada.

Curiosidade

Nível de ruído provocado (aproximadamente – em decibéis)

– Torneira gotejando (20 db)

– Música baixa (40 db)

– Conversa tranquila (40-50 db)

– Restaurante com movimento (70 db)

– Secador de cabelo (90 db)

– Caminhão (100 db)

– Britadeira (110 db)

– Buzina de automóvel (110 db)

– Turbina de avião (130 db)

– Show musical, próximo às caixas de som (acima de 130 db)

– Tiro de arma de fogo próximo (140 db)

378 total views, 9 views today

Esta entrada foi publicada em Notícias (Clipping), Templos Religiosos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta