Morto com cinco tiros por se queixar do barulho – Especiais – DN

http://www.dn.pt/especiais/interior.aspx?content_id=2646807&especial=Revistas%20de%20Imprensa&seccao=TV%20e%20MEDIA

Morto com cinco tiros por se queixar do barulho

Hoje

Homem assassinado à queima-roupa, em Lisboa, depois de se ter queixado do barulho dos vizinhos.O “Jornal de Notícias” escreve que um homem de 59 anos foi atingido nas costas, anteontem à noite, na Avenida Mouzinho de Albuquerque, em Lisboa, quando acabava de sair do prédio onde morava. A sua morte parecia estar anunciada, uam vez que, no passado dia 21 de maio, tanto a vítima como a mulher já tinham sido atacados a tiro e facada pelos mesmos vizinhos (uma família de etnia cigana) e pelas mesmas razões, tendo de receber tratamento hospitalar.Alexandre Ordonhas, que vivía num andar contíguo a um dos habitados pela família então agressora, tinha feito queixa à PSP devido ao barulho constante, já depois de lhes ter dito que trabalhava por turnos e precisava de dormir. Na altura a PSP interveio e os moradores contaram que uma mulher da mesma família ameaçou Alexandre de morte. Um dos agressores, de 30 anos, filho do indivíduo que agora é suspeito da prática do crime, acabou por fugir, estando em parte incerta desde então. E o mesmo acontece agora com o pai.O agressor foi visto por populares a puxar da arma e a balear Alexandre pelas costas com três tiros que o atingiram nas pernas, a vítmia arrastou-se até à estrada mas não se conseguiu afastar mais de seis metros, tendo sido baleado novamente, desta vez com dois tiros que o mataram.

204 total views, 6 views today

Esta entrada foi publicada em Aspectos Penais, Destaque, Notícias (Clipping). Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta